domingo, 13 de setembro de 2009

UM BANQUETE DE SALVAÇÃO

O tempo é de colheita no reino. Vamos ativar o banquete de salvação, a oferta de amor aos famitos, vamos fazer isso agora. Vamos viver a vida deixada pelo Messias, que foi de pão para os famitos de justiça, de acolhimento com amor, sem medo de se doar e de ser aperfeiçoado em amor. Sua vida encarnada é a verdadeira comida, e pode estar disponível nas ruas, praças, no meio da vida, em mim e em você.

Interressante que Ele ofereceu a vida de família, a paternidade do Pai celestial e não uma organização; ofereceu acesso a Pessoa divina aos adotados que também podem falar Aba agora.

Ele nos chamou para ver o reino, ver o Pai governando e o funcionamento pleno de tudo o que foi criado por Suas ordens e autoridade. Nascer do Espírito para ver, receber os sentidos de um espírito vivificado, ser transportado do sistema mundo para o governo do céus na Terra.

O Messias era buscador de perdidos, especilista nos lugares escuros do mundo; os inferninhos do seu tempo foram visitados, os homens cheios de legiões de demônios recebiam o Seu olhar amorosamente e Sua palavra libertadora que os deixava escandalosamente saudáveis e aptos para o testemunho em regiões resistentes a Sua presença.

O Messias achava aprendizes prontos para se entregarem ao destino profético de ser seguidor, como uma criança dependente, pobre, necessitado em seu espírito, nunca farto, e clamando por saber o significado das parábolas do reino, os segredos do governo dos céus.

Amigos, vamos levar o banquete de Deus aos homens agora e de graça assim como recebemos. A vida estava NELE. Bom êxito, leões! É hora de bradar salvação!


Marcadores:

1 Comentários:

Blogger Priscilla disse...

Amém Apóstolo! Esta é a hora de alcançar esta geração que está pronta e sedenta pela colheita!

13 de setembro de 2009 01:39  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial